Ultramaratona “Western States 100” foi ganha por Tim Olson. Este atleta faz uma dieta baixa em hidratos e alta em gordura

Na foto abaixo está Tim Olson, o vencedor

O curioso desta edição da ultramaratona “Western States 100” é que a mesma foi ganha por um atleta que faz uma dieta baixa em hidratos de carbono e alta em gordura. Cai por terra a ideia generalizada de que é necessário uma carga de hidratos para aguentar as provas endurance. (100 milhas são 160 kms).

Steve Phinney and Jeff Volek, autores do livro ” The Art and Science of Low Carbohydrate Performance”, estiveram presentes para recolher dados sobre os atletas e segundo StevePhinney cada vez mais atletas de endurece optam por uma dieta baixa em hidratos e alta em gordura. Esta opção destina-se a vencer problemas digestivos que ocorrem em eventos desta dimensão de esforço, e para ganhar a prova em grande, como no caso de Tim Olson que retirou 21 minutos ao anterior recorde.

Um atleta numa dieta de baixos hidratos de carbono, “low carb eater”,  e alta em gordura terá menos necessidade de alimentos, porque o seu corpo está melhor adaptado a usar gordura do que aqueles que estão suportados pelos hidratos. Normalmente um atleta de hidratos terá que comer 6000 calorias numa corrida destas e um “low carb eater” necessitará apenas de 2000 calorias.

                          Abaixo: Bacon, o pequeno almoço favorito destes atletas “low carb eater”

Fonte:

http://www.meandmydiabetes.com/2012/08/11/western-states-100-low-carber-wins-ultramarathon-steve-phinney-and-jeff-volek-study/