Reverter o cancro com uma dieta Ketogénica

Veja este vídeo abaixo.

A um homem de negócios com cancro foi-lhe dado 3 meses de vida, por médicos. O homem doente resolveu fazer uma dieta ketogénica e reverteu o cancro.

Uma dieta ketogénica é uma dieta em que comemos menos de vinte gramas de hidratos de carbono por dia. Comemos muita gordura saudável e muita proteína. Corresponderá à dieta do Paleolítico, mas sem qualquer fruta.

Para verificar ou testar se está a fazer uma dieta ketogénica ou cetogénica, deve comprar as tiras de teste à urina. As tiras que se usam para detectar cetonas na urina. Se fizer uma boa quantidade de de cetonas na urina significa que está em estado ketogénico ou cetogénico, ou seja, reduzido os hidratos de carbono a tal ponto que está a usar cetonas como fonte de energia. As células normais podem usar cetonas como fonte de energia, mas as células cancerígenas não conseguem usar cetonas, ficam dependentes da glicose proveniente dos hidratos de carbono.

Resumo do Vídeo:

  • O açúcar é o alimento do cancro. Retirando os hidratos de carbono, ou seja, as fontes de glicose, podemos matar o cancro.
  • Fred Hatfield, matou o cancro completamente em um ano.
  • 3 médicos deram-lhe 3 meses de vida tendo em conta o quanto o cancro já estava espalhado pelo corpo.
  • A dieta anti-cancro seguida pelo Fred Hatfield chama-se terapia metabólica, e é uma dieta ketogénica ou cetogénica, ou seja, redução a quase zero hidratos de carbono por dia. A dieta do paleolítico sem fruta.
  • Os hidratos de carbono tornam-se glicose depois de digeridos e as células cancerígenas adoram glicose.
  • Dr. Dominic D’Agostino, University of South Florida, lidera uma investigação sobre cancro.
  • Dr. D’Agostino descobri que ao remover os hidratos de carbono da alimentação dos seus ratos no laboratório, estes sobreviveram mesmos aos cancros mais agressivos.
  • Sobreviveram ainda melhor que quando tratados com quimioterapia.
  • Dr. D’Agostino está vendo sucesso semelhante em pessoas.
  • Todas as céluas usam glicose como combustível, mas na falta de glicose conseguem mudar para cetonas ou ketonas como fonte de energia.
  • As células cancerígenas não conseguem mudar para cetonas, morrem por falta de glicose.
  • As células normais têm flexibilidade metabólica suficiente para usarem cetonas ou ketonas- às células cancerígenas falta-lhes essa flexibilidade.
  • Se retirarmos a glicose às células cancerígenas elas morrem.