Em 1953 a obesidade era tratada sem restrição calórica, mas com grande redução de hidratos de carbono

De acordo com o “The Journal of Clinical Nutrition” publicado em Julho-Agosto de 1953, o tratamento da obesidade seria feito sucesso através de uma dieta sem restrição calórica, ou seja sem reduzir a quantidade de alimentos, mas reduzindo ou mesmo retirando de todo os hidratos de carbono.

The Jornal Of Clinial Nutrition – July-August – 1953

Sumário do artigo: A restrição de hidratos de carbono, só por si, parece possível no tratamento com sucesso da obesidade, sem restrição calórica e composta essencialmente por gordura e proteína. A limitação do factor apetite, necessário em qualquer tratamento da obesidade, parece ser possível através da mobilização e utilização da gordura, em conjunto com as forças homeoestáticas que normalmente regulam o apetite. A “ketogensis” ou cetogenesis em português, parece se o factor cahve para promover a mobilização e utilização de gordura. O tratamento da obesidade por este método evita a redução no metabolismo que ocorre nas dietas de restrição calórica.