A Soja

soy-beans

A soja é uma autêntica armadilha. Mais uma depois da fruta, leite, pão e cereais.

Vivemos na ilusão de que é um bom alimento. Fazemos bifes de soja. Fazemos leite de Soja. Até aparece nas salchichas. Humm… diremos tem proteína de soja deve ser bom! Bem, a proteína de soja está lá porque deve ser um conservante. Primeiro é importante aumentar o prazo de validade do produto alimentar. Se faz bem ou mal, desde que não se vá directamente para as urgências, então é porque é bom. A indústria alimentar actua na óptica do lucro e um produto que dure mais tempo na prateleira das cadeias de distribuição é melhor que um que se estrague mais rapidamente. Daí vermos conservantes de diversos tipos. Se for para ser conservante, será para dar textura, firmeza, etc.

Existe a ilusão que os asiáticos consumem grandes quantidades de soja regularmente. É uma ilusão porque se perguntarmos a uma família asiática quantas vezes comem soja e de que forma ficaremos surpreendidos. Comem pequenas quantidades e passou sempre por um processo de fermentação. Neste processo, a soja perde a maior parte dos seus componentes negativos.

Quais são então os problemas da soja:

  • Os altos níveis de ácido fítico reduzem a assimilação do cálcio, magnésio, cobre, ferro e zinco. Uma alimentação rica em ácido fítico causa problemas de crescimento nas crianças.
  • Inibidores do “Trypsin” existentes na soja, interferem na digestão das proteínas e causam desordens pancreáticas. Testes feitos em animais com soja contendo Inibidores do “Trypsin” provocaram atrasos no crescimento.
  • Os fito-estrogénios presentes na soja causam uma disrupção na função endócrina e têm potencial para causar infertilidade e promover o cancro do peito nas mulheres.
  • Os fito-estrogénios presentes na soja são potentes agentes anti-tiróide que podem causar hipotiroidismo e cancro da tiróide. Em crianças o consumo de formulas ou alimentos com soja tem sido ligados a doenças auto-imunes da tiróide.
  • Análogos da vitamina B12 na soja não são absorvidos e, na verdade, aumentam a necessidade do corpo para o B12.
  • Os alimentos com soja aumentam as necessidades do corpo em vitamina D.
  • Para isolar a proteína de forma a tornar um aditivo que dá textura aos alimentos, as suas frágeis proteínas são desnaturadas a altas temperaturas, tornando-as perigosas.
  • No processamento das proteínas de soja resulta a formação da “lysinoalanine” que é tóxica e ainda dos “nitrosamines” que são um alto carcinogéneo.
  • Ácido glutâmico livre ou mono-sódio-glutamato, um potente neurotóxico, é formado durante o processamento da soja como alimento e quantidades adicionais destas substâncias são adicionadas a muitos alimentos de soja.
  • Os alimentos de soja contem quantidades anormais de alumínio que tóxico para o sistema nervoso e para os rins.

Fontes: http://www.westonaprice.org/soy-alert

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *