O meu Paleolítico

Nesta página resolvi expor uma semana da minha prática de Paleolítico dia-a-dia.

  1. Nenhuma das refeições inclui: pão, farinha, cereais, leite e seus derivados, sobremesas, arroz, massa, batatas, feijão, ervilhas, grão, lentilhas, amendoins, castanha de caju, legumes e soja. Devemos evitar ao máximo qualquer alimento que tenha estes ingredientes desta origem, como por exemplo, salsichas com proteína de soja ou fiambre com glúten e proteína de trigo.
  2. Os ovos são com Omega-3.
  3. As gorduras usadas são naturais, isto é, a gordura de origem animal, o óleo de coco, o azeite, o óleo de palma. As margarinas e os outros óleos vegetais estão excluídos. Sendo assim, a banha de porco, o azeite, óleo de coco, óleo de palma e até a manteiga são óptimas gorduras.
  4. Em rigor, na dieta do Paleolítico devíamos comer ovos galinhas alimentadas naturalmente (biológicos), assim como, carne de animais alimentados naturalmente, neste caso alimentados a pasto, e não a ração. Este cenário é ainda mais difícil de cumprir, porém, se retirarmos a comida processada, e os alimentos que referi em 1 iremos notar enormes diferenças.
  • Domingo

Pequeno Almoço ou café da manhã ou mata-bicho:

Uma caneca de chá com um pacote de chá verde e com outro de funcho.

Meio abacate. Dois ovos estrelados em azeite, num lume muito brando para não queimar o azeite, ou seja, quase cozidos em azeite. Cerca de 25/30 gramas de salmão fumado.

Um café expresso com uma colher de chá de óleo de coco.

Mais tarde, duas horas depois, uma corrida de 5,5 km. É importante não sermos sedentários. Os nossos antepassados corriam para caçar.

Depois da corrida, só água. Nada de bebidas energéticas. Uma chávena de café com macadâmias e mais cerca de oito nozes.

Nota importante: Em nenhum dos alimentos, incluindo bebidas, foi adicionado açúcar ou outro qualquer adoçante.

Almoço:

Entrecosto de porco assado no forno. Salada de alface com pequenos pedaços de   nozes e umas tiras finas de pimentos vermelhos. E ainda uma pequena porção de batata doce às rodelas frita em azeite. Se julgar que fica com fome, coma mais entrecosto.

Bebida: refresco de sumo de limão, café e hortelã. São dois limões em sumo, um café expresso, um jarro de 2 litros de água e algumas folhas de hortelã e ainda duas colheres de mel. Pode-se ajustar as quantidades para cada gosto, menos aumentar o mel.

Sem sobremesa, nem tão pouco fruta, mas com um café expresso no final.

       Lanche da tarde:

Uma caneca com um pacote de chá verde e um pacote de chá de funcho, e ainda o sumo de um limão, adicionado ao chá. Nada de açúcares ou adoçantes.

Mais uma chávena de chá cheia de metades de nozes.

       Jantar:

Uma boa porção de ameijoas à bulhão pato e mais uma boa porção de camarões. Sem mais nada. Acompanhados ainda por um copo de água.

  • Segunda-Feira

Pequeno Almoço ou café da manhã ou mata-bicho:

Uma caneca de chá com um pacote de chá verde e com outro de funcho.

Meio abacate. Dois ovos cozidos. Cerca de 25 gramas de salmão fumado.

Almoço:

Restaurante “Alentejano” do Centro Comercial Colombo. Polvos pequenos (bebés) assados no forno, só com salada de alface, rúcula, agrião e couve roxa, e ainda um ovo estrelado.

Uma garrafa de água e um café expresso no final.

Lanche da tarde (já por volta das 19:00)

Meio abacate, uma chávena de café com metades de nozes e uma chávena de café com macadâmias.

Um descafeinado expresso com uma colher de chá de óleo de coco.

Jantar:

Peixe assado no forno, com rodelas de tomate, cebola e pimentos, assados em conjunto com o peixe. Acompanhados com espargos cozidos e bebida unicamente água.

  • Terça-Feira

Pequeno Almoço ou café da manhã ou mata-bicho:

Uma caneca de chá com um pacote de chá verde e com outro de funcho. Uma colher de óleo de coco e ainda o sumo de um limão exprimido no chá.

Meio abacate. Duas gemas de ovo cozido. Só as gemas. Cerca de 25grs de salmão fumado.

Um café expresso no final.

Almoço:

Restaurante “Sabor Mineiro”, na Av. José Malhoa em Lisboa”. Prato de buffer em selfservice. Couve mineira, cogumelos, torresmos e grelhada mista (entrecosto, salsicha frescas e bife de vaca).

Lanche da tarde (já por volta das 19:00)

Uma chávena de café com macadâmias.

Um descafeinado expresso com uma colher de chá de óleo de coco.

Jantar:

Omeleta de camarão com salada de repolho. Nesta salada o repolho é cortado muito fino, como se fosse couve para caldo verde e é passado por água a ferver para ficar macio e temperado com azeite e vinagre.

Bebida unicamente água.

  • Quarta-Feira

Pequeno-almoço ou café da manhã ou mata-bicho:

Uma caneca de chá com um pacote de chá verde e com outro de funcho. Uma colher de óleo de coco e ainda o sumo de um limão exprimido no chá.

Meio abacate. Duas gemas de ovo cozido. Só as gemas. Cerca de 25grs de salmão fumado.

Um café expresso no final.

Almoço:

Restaurante “Alentejano”, no centro comercial Colombo, Lisboa. Uma dourada grelhada. Um ovo estrelado. Acompanhado só com salada de alface, agrião, rúcula e couve roxa. Uma garrafa de água, um café expresso.

Lanche da tarde  (já por volta das 19:00)

Uma corrida de 5,5 kms e água no final. 

Algum tempo depois da corrida e antes do jantar, um descafeinado expresso com uma colher de chá de óleo de coco. Uma chávena de café com metades de nozes e outra chávena de café com macadâmias.

Jantar:

Entrecosto de vitela grelhado, com ovo estrelado, acompanhado só com salada de alface e tomate. Uma garrafa de água e expresso descafeinado no final.

  • Quinta-Feira

Pequeno-almoço ou café da manhã ou mata-bicho:

Uma caneca de chá com um pacote de chá verde e com outro de funcho. Uma colher de óleo de coco e ainda o sumo de um limão exprimido no chá.

Meio abacate. Dois ovos estrelados em azeite em lume muito brando. Os ovos ficam quase cozidos em azeite. Cerca de 25grs de salmão fumado.

Um café expresso no final.

Almoço:

Restaurante “H3”, no centro comercial Colombo, Lisboa. Um menu French (Hamburger e Foie Gras grelhados). Acompanhado só com salada de alface e cebola, com molho vinagrete, e ainda, um ovo estrelado. Um sumo de limão sem açúcar.

Um café expresso no final.

Lanche da tarde  (já por volta das 19:00)

Um descafeinado expresso com uma colher de chá de óleo de coco. Uma chávena de café com metades de nozes e outra chávena de café com macadâmias.

Jantar:

Bacalhau gratinado. Consta de bacalhau desfiado, ovos cozidos, cebola, alho, azeite, maionese, pimentos vermelhos às tiras. Acompanhado com salada de alface e pimentos vermelhos às tiras. Na maionese a melhor será a feita em casa sem açúcar. Alguma maionese de compra tem açúcares ou não é feita com azeite. A boa maionese caseira, leva gemas de ovos, azeite, sumo de limão e mostarda.

Água como bebida para acompanhar.

  • Sexta-Feira

Pequeno-almoço ou café da manhã ou mata-bicho:

Uma caneca de chá com um pacote de chá verde e com outro de funcho. Uma colher de óleo de coco e ainda o sumo de um limão exprimido no chá.

Meio abacate. Duas gemas de ovo cozido. Só as gemas. Cerca de 25grs de salmão fumado.

Um café expresso no final.

Almoço:

Restaurante “Alentejano”, no centro comercial Colombo, Lisboa. Lulas cozidas no vapor à algarvia. Um ovo estrelado. Acompanhado só com salada de alface, agrião, rúcula e couve roxa. Uma garrafa de água, um café expresso.

Um café expresso no final.

Lanche da tarde  (já por volta das 19:00)

Um descafeinado expresso com uma colher de chá de óleo de coco. Uma chávena de café com metades de nozes e outra chávena de café com macadâmias.

Jantar:

Posta de salmão assada no forno com molho de natas e amêndoas laminadas. (Não comi o molho, porque não como derivados de leite). Acompanhado com salada de alface e pimentos vermelhos às tiras. E ainda algumas rodelas de batata-doce frita em azeite.

Água como bebida para acompanhar.

  • Sábado

Pequeno-almoço ou café da manhã ou mata-bicho:

Uma caneca de chá com um pacote de chá verde e com outro de funcho. E ainda com o sumo de um limão e uma colher de chá de óleo de coco.

Meio abacate. Dois ovos estrelados em azeite, num lume muito brando para não queimarem o azeite, ou seja, quase cozidos em azeite. Algumas fatias de bacon frito em azeite.

Mais tarde, duas horas depois, uma corrida de 11,5 km. É importante não ser sedentário.

Depois da corrida, só água. Nada de bebidas energéticas. Uma chávena de café com macadâmias e mais cerca de oito nozes.

Almoço:

Bobó de camarão com feijão-verde e salada de alface. Carne assada no forno com recheio de farinheira, acompanhada com salada.

Uns copos de vinho Casal Garcia- Não devia! Mas sendo convidado é difícil dizer não posso, não quero…

Sobremesa: gelado caseiro- Também não devia! Mas sendo convidado é difícil dizer não posso, não quero…

Um café expresso no final.

Jantar:

Como o almoço foi substancial o jantar ficou-se por 4 toros de aipo e um descafeinado com uma colher e óleo de coco.

3 thoughts on “O meu Paleolítico

  1. Olá, estou muito curiosa em relação à dieta do paleolítico.
    Neste momento, devido a alergias alimentares (graves) que me atormentam há já alguns anos e que tem vindo a piorar, não posso comer nenhum cereal (milho, trigo, centeio, …), nem frutos secos (nozes, avelãs, amêndoas, amendoins, …)nem frutas, estando apenas permitida a laranja e a pêra e maçã(estas duas sem casca).
    relativamente aos legumes estou também algo limitada não podendo comer tomate, favas, alface e couve branca..
    Também estou impedida de ingerir qualquer tipo de chá de plantas ou folhas, uma vez que também desenvolvi alergia à maior parte dos chás que conheço (sene e dente de leão são os piores).
    Como é natural, a minha alimentação tem sido muito alterada, principalmente nos últimos três meses, tendo excluído por completo todos estes alimentos, bem como todos aqueles que contém algum destes componentes.
    Já li os seus artigos, contudo gostaria de obter mais informação sobre o assunto e ajuda na criação de um menu para esta dieta e que não contenha estes alimentos.
    Agradecendo o tempo dispensado, fico a aguardar mais informação…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *