Testemunhos e Casos

Caso tenha seguido as orientações deste site e obteve sucesso envie-me o seu caso para  aqui publicado:

 

A)     O Caso do meu pai:

                Por altura do carnaval de 2011 fui a Coimbra visitar o meu pai que tinha altura 76 anos, agora (dezembro 2012) tem 78 anos. Nessa altura eu ainda só tinha lido o livro do médico Montignac de tentava seguir a dieta do índice glicémico. Ainda não tinha lido o livro do jornalista Gary Taubes, que não é um livro de dietas, mas sim, um livro que mostra a razão porque os conceitos geralmente aceites sobre obesidade estão errados. Depois li o livro da dieta do Dr. Atkins e aí sim, comecei a perceber o que nos faz engordar e o que podemos fazer para evitar.

                Continuando no caso do meu pai, nesse carnaval de 2011 sugeri-lhe que começa-se a comer ao pequeno almoço uma tigela de cereais Albran. O que estava perfeitamente de acordo com a dieta do índice glicémico que eu seguia na altura. O meu fazia a tigela de cereais com leite de soja, agora já deixou o leite de soja. A soja, mais uma desinformação, muitos julgam ser saudável, mas não é.

                No ínicio de Abril de 2011, o meu pai telefonou-me e disse-me: “Eh pá estou muito gordo. Os cereais que me aconselhas-te fizeram-me engordar, peso 92 Kgs”. Eu achei estranho. No entanto, disse-lhe: “Deixa estar que eu já não como cereais Albran”. Já eu tinha lido do livro do Atkins e acrescentei: “Quando for aí na semana antes da Pascoa, dou-te outras indicações”. No fim-de-semana de 1 7 de abril lá fui a Coimbra, com dieta do Atkins debaixo do braço. Espremi bem a  história dos cereais que o tinham feito engordar e descobri que afinal o meu pai colocava uma colher de açúcar na tigela de cereais, estava explicado. Bom, levou com toda a teoria do Atkins e entrou numa dieta de baixos hidratos de carbono sem hesitar. Ao fim de um mês os resultados eram espectaculares. Perdeu cerca de 10 Kgs e os triglicéridos que eram de 237 no dia 04/Abril/2011 tinham passado para 127 no dia 16/Maio/2011.

                Ora, o meu pai com 76 anos não perdeu 10 Kgs num mês, nem melhorou os triglicéridos, colesterol total, HDL, à custa de exercício físico. Foi à custa da redução drástica nos hidratos.

                Nos últimos meses convenci-o a ser mais restrito nos hidratos. Fazer uma dieta do Paleolítico de forma mais rigorosa. Beber vinho só em ocasiões especiais, reduzir a fruta (1 abacate por dia no máximo), não comer nada que tenha origem em cereais. Quais foram então os resultados de análises feitas no inicio de dezembro de 2012:

                – Peso 72 Kgs. Menos vinte kgs em relação a abril de 2011.

                – HDL : 71 (um luxo)

                    – LDL: 114 (Parece alto, mas o importante é o VLDL que como os triglicéridos

                      estão    baixos também estará)

              – Colesterol total 206 (não toma nada para baixar e nem aconselho que tome)

                   – Triglicéridos 105 (podiam estar melhor, a questão é que andou a comer 

                     macadâmias   com mel, mesmo assim estão bons).

                  – PSA : 1.57 ( Este é um marcador do cancro da próstata. O meu pai há mais de 15     

                   anos que é acompanhado por médico urologista por causa de um potencial 

                   problema  de tumor na próstata., uma Neoplasia. O urologista disse-lhe ao ver estas

                   análises: “Não te alterei a medicação. Se os resultados estão muito melhores,

                   incluindo o perigoso PSA só pode ser da dieta”. Bom… até o PSA melhorou com a

                   dieta!

               

            

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *